Por Que Não Descobri Isso Antes Sobre o Tesouro Direto?

Tempo de leitura: 10 minutos

Por Que Não Descobri Isso Antes Sobre o Tesouro Direto?

Estamos no segundo artigo da Série Alcançando Sua Liberdade Financeira, vamos continuar?

Este é o segundo de uma série de três artigos para mostrar a você como alcançar seus maiores objetivos financeiros agora e ainda aproveitar uma aposentadoria tranquila no futuro.

Vamos ver nestes três artigos o seguinte:

[Artigo #1] Os Dois Principais Investimentos Inúteis Para Você

[Artigo #2] Por Que Não Descobri Isso Antes Sobre o Tesouro direto – Você está AQUI no Artigo #2

[Artigo #3] Como Escolher Uma Corretora Para Investir no Tesouro Direto

No primeiro artigo, eu contei a história de como fui enganado e convencido a investir em péssimas aplicações financeiras que só enriqueciam o banco em que eu tinha conta.

Além disso, mostrei também dois investimentos que são bastante populares, mas que devem ser evitados a qualquer custo, pois eles te dão uma péssima remuneração.

Caso você não o tenha lido, recomendo que faça isso agora, clicando neste link.

Depois é só voltar pra cá, para o segundo artigo da Série Alcançando Sua Liberdade Financeira.

Neste artigo, eu vou responder a uma das maiores dúvidas relacionadas ao Tesouro Direto e vou também explicar as três maiores crenças que existem e são atribuídos de forma errada a este excelente investimento.

Mas primeiro, quero compartilhar com você alguns comentários muito legais que recebi no artigo anterior, tanto nos comentários no Blog, como na página do Facebook e por e-mail. (dentre os mais de 250 recebidos):

“Olá João, gostaria de te dizer que tenho aprendido muito com a dicas e artigos que você escreve sobre educação financeira, já fui muito “enganada “ pelo meu gerente de banco, mas com tuas dicas aprendi como me portar na frende do gerente, e hoje graças a você invisto no Tesouro Direto. Mônica C. Cardoso

 

“João, muito obrigado por me tirar do completo breu que eu vivia em minhas finanças pessoais, cheguei ao ponto de estar negativado no SPC e Serasa e hoje graças a Deus e a você, já consigo investir, confesso que apenas 50 reais por mês, mas consegui começar. Jeferson A. Correa.”

 

“Nunca tinha ouvido falar em Tesouro Direto, até conhecer você e seu Blog e fazer o curso Tesouro Direto Pra Você, investia em caderneta de poupança a quase 12 anos e hoje invisto 100% em Tesouro Direto, aprendi em apenas 4 semanas a investir no Tesouro graças a sua metodologia, simples e de fácil compreensão. Muito Obrigado. Eduardo da Silva

 

“Obrigado por compartilhar estes conceitos sobre educação financeira, hoje vejo que com um pouco de organização e força de vontade é possível investir para ter um futuro melhor, uma aposentadoria digna. Grande abraço. Pedro de Vasconcelos.”

Não me resta outra coisa a fazer senão agradecer do fundo do coração, por essas palavras mais que gentis, que me dão o apoio necessário para seguir nesta causa de libertar cada vez mais pessoas através da Educação Financeira e educa-las para conquistarem a sua Liberdade Financeira, como eu conquistei a minha a algum tempo atrás.

Vamos agora às dicas de hoje:

Como Investir Mensalmente no Tesouro Direto

Dentre todas as perguntas que recebo sobre o Tesouro Direto, certamente esta é a mais recorrente:

É possível investir mensalmente no Tesouro Direto, como na caderneta de poupança?

De antemão, já trago a boa notícia: sim!

Para entender como você pode investir em títulos públicos por meio de aplicações mensais, você precisa decidir em qual título investir.

Ao consultar (em 05/06/2017) os títulos disponíveis para compra no site do Tesouro Direto, encontrei estas opções:

Como você já deve saber é necessário escolher pelo menos um título para investir e definir também quanto pretende investir neste título.

É sempre importante lembrar que o valor mínimo para investir em títulos públicos corresponde a 0,01 (ou 1%) do preço do título, respeitando o limite mínimo de R$ 30,00.

Dessa forma, se você pretende investir no Tesouro Selic 2023, o valor mínimo seria R$ 88,43 (0,01 * R$ 8.842,37).

Já se você optar por investir no Tesouro Prefixado 2023, mesmo que 1% represente apenas R$ 5,60 (0,01 * R$ 560,53), o valor mínimo seria R$ 33,63.

(Importante: esses valores estavam disponíveis em 05/06/2017 e variam diariamente. É possível que, no momento em que você estiver lendo este artigo, esses valores sejam diferentes)

Chegamos então à pergunta inicial: como investir mensalmente no Tesouro Direto, como na caderneta de poupança?

É bem simples.

Para investir de uma forma similar à caderneta de poupança (onde os valores se acumulam num mesmo ativo), basta você comprar o mesmo título todos os meses, enquanto ele estiver disponível para compra.

Se no primeiro mês você comprar 0,1 Tesouro Prefixado 2023 e, no mês seguinte, você comprar mais 0,2 Tesouro Prefixado 2023, você terá então 0,3 Tesouro Prefixado 2023.

Você não precisa comprar um “valor fechado” para não ficar fracionado. Você pode ter 0,31 ou 2,75 Tesouro Prefixado sem problema algum.

Observe, contudo, que para se comportar da mesma forma que a poupança, você precisa comprar exatamente o mesmo título.

Caso no mês seguinte você optasse por comprar 0,1 Tesouro Prefixado 2020, você teria então:

  • 0,3 Tesouro Prefixado 2023
  • 0,1 Tesouro Prefixado 2020

Entenda que os títulos só acumulam se você comprar sempre o mesmo título, assim você forma a sua poupança unificada.

3 Maiores Crenças sobre o Tesouro Direto

Além de algumas dúvidas, muitas pessoas deixam de investir no Tesouro Direto por acreditarem em algumas crenças.

Falo em crenças porque elas não estão nem perto de serem verdades.

Para ajudar você, fiz uma pesquisa e descobri as três maiores crenças relacionados ao Tesouro Direto.

Vou quebrar estas crenças de cada um deles a partir de agora.

Crença #1 – É muito difícil investir no Tesouro Direto

Investir no Tesouro Direto na verdade é muito simples.

O problema é que muitas pessoas cometem o erro de buscar informações sobre este investimento no seu banco.

Seu banco não tem interesse que você invista em títulos públicos, pois eles não ganham nada com isso.

Para seu banco, é muito mais vantajoso que você continue investindo em previdência privada ou nos fundos de investimento que eles oferecem.

Para investir no Tesouro Direto, você só precisa seguir três passos:

  1. Abrir uma conta na corretora que você escolher;
  2. Transferir o dinheiro da sua conta corrente ou poupança para a conta na corretora;
  3. Efetuar sua primeira compra.

Todo esse processo pode ser feito pela internet e é bastante simples.

Crença #2 – Preciso permanecer com o título até o vencimento

Essa é outra mentira que muita gente conta por aí.

Os títulos do Tesouro Direto possuem ótima liquidez, podendo ser vendidos diariamente, o Tesouro Nacional garante a recompra pra você.

Após a venda, o dinheiro cairá na sua conta no dia útil subsequente (D+1).

Então você não precisa se preocupar em encaixar perfeitamente o prazo dos títulos com seus objetivos, pois existem títulos que podem ser vendidos antes do vencimento sem perdas financeiras (o Tesouro Selic, é um exemplo).

Crença #3 – O resgate antes do vencimento é sempre desvantajoso

Esta crença está relacionada à crença anterior, pois muita gente pensa que, ao efetuar o resgate antes do vencimento, sempre essa operação será desvantajosa.

E essa é outra mentira.

Ao resgatar antes do vencimento, a rentabilidade será definida pela taxa do título no dia do resgate, e não pela taxa contratada no momento da compra.

Por essa razão, a rentabilidade pode ser diferente da contratada, tanto para mais quanto para menos.

Então nem sempre esse resgate será desvantajoso.

Claro que é sempre importante tentar adequar o prazo de vencimento dos títulos ao prazo dos seus objetivos, para evitar o resgate antecipado.

Mas isso definitivamente não é uma regra e, com um pouco de conhecimento, é até possível fazer ótimos negócios vendendo títulos antes do vencimento.

A Grande Surpresa

Agora muita gente me pergunta por que eu compartilho publicamente (e gratuitamente) todas essas informações.

Primeiro eu preciso deixar bem claro que eu não recebo qualquer comissão por recomendar o Tesouro Direto tão pouco qualquer outro tipo de renda fixa.

Além disso, não tenho vínculo com qualquer corretora ou instituição financeira, por isto, tenho a liberdade de indicar o que eu acredito ser o melhor sobre investimento e claro testados e utilizados nas minhas estratégias financeiras.

Dito isso, eu sinceramente acredito que o investimento no Tesouro Direto pode mudar radicalmente sua vida financeira.

Com um planejamento correto e uma estratégia adequada, o investimento em títulos públicos permite que você alcance seus maiores objetivos financeiros, inclusive uma aposentadoria tranquila no futuro.

Sinceramente eu demorei muito até descobrir e acreditar nessa solução, pois sempre tive informações erradas.

Desde que descobri a verdade, assumi o compromisso de divulgá-la para a maior quantidade possível de pessoas, pois senti na pele o quanto é ruim ser enganado e convencido a investir em péssimas aplicações financeiras.

Nestes artigos (e em vários outros já publicados aqui no Blog Mestre do Investimento), eu estou mostrando como isso pode ajudar você também.

Muitas pessoas aplicaram as técnicas que ensinei aqui no Blog Mestre do Investimento e nessa série de artigos Alcançando Seus Objetivos Financeiros, que liberei nas últimas semanas.

Tenho recebido muitos e-mails e comentários de pessoas me pedindo para atendê-las individualmente, relatando diversas dúvidas específicas.

E quanto mais as pessoas colocam em prática o que ensino gratuitamente, mais elas querem aprofundar e ir para um nível de excelência.

Pensando nisso, para aqueles que estão realmente comprometidos a alcançar seus maiores objetivos financeiros agora e ainda aproveitar uma aposentadoria tranquila no futuro, trago uma ótima notícia.

Criei um treinamento completo sobre o Tesouro Direto, que ensina passo-a-passo como você pode conquistar seus maiores objetivos financeiros através do investimento em títulos públicos.

Se o conteúdo gratuito que ofereço já transformou a vida de tantas pessoas, imagine o que esse treinamento avançado pode fazer…

Darei mais detalhes sobre este treinamento no próximo artigo.

Combinado?

Vamos continuar isso…

No próximo artigo, eu vou explicar tudo que você precisa saber sobre o Tesouro Direto Pra Você, o mais completo treinamento para você alcançar seus maiores objetivos financeiros através do investimento em títulos públicos.

E ainda vou mostrar o que você deve levar em consideração ao escolher uma corretora para investir no Tesouro Direto.

Aqui está o link para o terceiro artigo dessa série:

Como Escolher Sua Corretora Para Investir no Tesouro Direto

Deixe um comentário e compartilhe sua opinião.

Sobre o que você está achando dessa série de artigos sobre o Tesouro Direto.

Então é isto, paro por aqui e nos falamos no próximo artigo da série.

Grande abraço.

E Lembre-se: Liberdade Financeira é Uma Questão de Escolha

João Aliardi

Mestre do Investimento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *