Estou com dívidas e agora o que faço?

Tempo de leitura: 6 minutos

Consolidação de dívidas – Benefícios da consolidação de dívidas

“Consolidar” a dívida significa retirar um novo empréstimo para pagar todos os nossos débitos existentes e pagá-los imediatamente.

Com isso conseguimos sair do stress das dívidas, aliviar nossa mente, negociar o valor a ser pago com o credor em um valor bem abaixo do valor apresentado, muitas vezes excluindo 100% das multas e juros que eles estão cobrando, pois para os credores é melhor receber o capital do que ficar cobrando multas, juros e nunca receber não é mesmo.

Por tanto neste caso é fundamental pechinchar, se não ganhar a isenção total com certeza parcial você receberá.

Dívida consolidada pode economizar dinheiro e simplificar sua vida, porém só é válida se não estivermos acumulando ainda mais dívidas enquanto isso! Portanto, existem riscos.

Você vai ver a seguir:

  • Os benefícios
  • Os riscos
  • Tirar um empréstimo pessoal
  • Refinanciar sua casa ou carro

Os benefícios

Está com problemas para manter-se com várias dívidas de empréstimos ou comprar que adquiriu? Pode valer a pena trocá-las para um só.

Fazer uma consolidação de suas dívidas em uma só, pode na maioria das vezes, fazer com que você pague taxas de juros bem menores das que você está pagando, principalmente se elas estiverem atrasadas.

A consolidação das dívidas pode tornar seu planejamento mais fácil porque existe apenas um empréstimo para gerenciar.

Muitas vezes, pagaremos uma taxa de juros mais baixa com um empréstimo de consolidado.

No entanto, a consolidação da dívida não ajudará se continuarmos a assumir novas dívidas. A chave é concentrar-se em se livrar da dívida existente em vez de adicionar mais dívidas a ela.

Os riscos

Os empréstimos consolidados ou de refinanciamento podem funcionar bem se isso significa pagar menos em taxas e interesse. Mas existem riscos:

Pode ser uma solução de curto prazo se não pudermos cumprir os pagamentos do novo empréstimo.

Os pagamentos mais baixos, mas a longo prazo, podem aumentar o custo total porque estamos pagando juros por mais tempo.

Empresas especializadas em consolidação de dívidas podem ter maior interesse do que um banco.

Fale com o banco que você trabalha sobre o que eles podem oferecer antes de se contratar um empréstimo com uma nova empresa.

Existem empresas que cobram para fazer a abertura da sua conta, do seu cadastro e este custo pode ser alto, portanto as vezes pode ser interessante contratar um empréstimo pessoal no seu banco mesmo pagando um pouco mais.

Para reduzir os riscos, podemos descobrir o custo total de consolidação antes de fazer um novo empréstimo para quitar estas dívidas.

Fazer pesquisas e ler todas as letras miúdas ajudam e não deixam você entrar em fria, ansiedade nesta hora não ajuda nada.

Duas alternativas para fazer a consolidação das suas dívidas:

 A primeira alternativa:

Tirar um empréstimo pessoal

Tirar um empréstimo pessoal é uma alternativa caso você queira dar uma organizada nas suas finanças mas não esteja 100% determinado a resolver seus problemas de uma vez e viver uma vida mais tranquila.

Caso você esteja, sua melhor alternativa será o refinanciamento do seu carro ou da sua casa, mas isso veremos logo mais a frente.

Um empréstimo pessoal você poderá tirar com taxas muito abaixo das do cheque especial do cartão de crédito, elas variam entorno de 2,8 a 8% conforme a instituição financeira.

E prazos que podem chegar a 36 vezes.

Pesquise pois existem inúmeras instituições loucas para emprestar dinheiro e isso significa boas oportunidades de taxas baixas.

A segunda alternativa é:

Refinanciamento de carro ou de casa

Esta alternativa é para os proprietários de carro ou de casa que estão livres de alienações e por esse motivo pode ser feito o refinanciamento de um destes bens.

Mas claro aqui é de fundamental importância que você esteja consciente dos riscos e do seu orçamento, pois aqui você poderá perder seu bem caso não cumpra com os pagamentos e aí meu amigo, a coisa fica pior do que você simplesmente se tornar um inadimplente que não paga suas contas você poderá ser um sem teto.

E claro que não é isto que queremos.

Para alguém com uma série de dívidas que cobram altas taxas de juros, como o cheque especial que chega a cobrar 15% a.m. ou um cartão de crédito que chega a cobrar 14% a.m., poderia ser mais barato pagar um refinanciamento do seu carro ou da sua casa.

Hoje existem refinanciamento de casa que cobra taxa de 1,8% a.m., não é muito mais vantajoso do que pagar 15% do cheque especial ou 14% a.m. do cartão de crédito? Com certeza é.

Além da baixa taxa de juros você pode ter um prazo de pagamento de até 180 meses, mas lembre-se quanto menor o prazo menos juros você paga.

Quer uma dica muito importante?

Já vi muitas pessoas utilizarem esta alternativa para pagar suas dívidas, mas sabe o que muitas fizeram e acabaram se dando mal?

Elas aproveitaram a oportunidade de pegar dinheiro emprestado e pegaram mais dinheiro do que necessitavam para cobrir suas dívidas, umas pegaram mais dinheiro para fazer uma viagem, outra para trocar o carro, outra para comprar uma roupa nova e sabe o que aconteceu, não conseguiram pagar este novo empréstimo.

E por consequência perderam seu carro ou sua casa.

Então a dica é tire somente o valor necessário para cobrir suas dívidas e quitá-las.

Nada mais, tenha paciência.

É importante também salientar duas coisas AQUI:

Primeira: Faça um levantamento minucioso de todas as suas dívidas e faça contato com todos os credores e pergunto se eu fosso quitar esta minha dívida hoje quanto precisaria para quitar?

E segunda: Faça um levantamento do seu orçamento pessoal e familiar para saber qual valor você poderá disponibilizar para pagar mensalmente este novo empréstimo.

Assim você saberá o valor total que precisa para quitar as dívidas e qual o valor terá disponível para pagar mensalmente este novo empréstimo sem comprometer seu orçamento e assim evitar novas dores de cabeça.

Então é isso, esse foi o artigo de hoje, se você tiver gostado, deixe seu comentário, pra você não custa nada, mas pra mim faz toda a diferença.

Se você gostou, se achou interessante compartilha com seus amigos e familiares, é bem provável que eles possam ter esta dúvida também, copie o link e mande por whatsapp, e-mail ou compartilhe pelo compartilhar do youtube ou do Facebook mesmo.

E se você ainda não assinou meu canal, assine clicando aqui e não se esqueça de clicar no sininho, pois só assim você será notificado sempre que eu postar um novo vídeo.

Então é isto, vou ficando por aqui.

Um grande abraço e nos vemos em breve. Tchau.

João Aliardi

Educador Financeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *